Reviews

The Girl Who Lived Twice by David Lagercrantz

riobhca's review against another edition

Go to review page

adventurous challenging dark emotional inspiring mysterious reflective fast-paced
  • Plot- or character-driven? Plot
  • Strong character development? Yes
  • Loveable characters? Yes
  • Diverse cast of characters? Yes
  • Flaws of characters a main focus? Yes

5.0

rickies0329's review against another edition

Go to review page

adventurous mysterious tense medium-paced
  • Plot- or character-driven? A mix
  • Strong character development? It's complicated
  • Loveable characters? It's complicated
  • Diverse cast of characters? No
  • Flaws of characters a main focus? It's complicated

2.0

zordrac's review against another edition

Go to review page

dark emotional mysterious tense fast-paced
  • Plot- or character-driven? Plot

2.0

nerdygirlrenee's review

Go to review page

1.0

Started off good, but got boring rather quickly. And Lisbeth was not the main focus where I had stopped.

bookscs's review against another edition

Go to review page

adventurous mysterious tense fast-paced

5.0

anacatnascimento's review against another edition

Go to review page

2.0

Se eu não achava que Lagercrantz, mesmo com toda a sua falta de jeito para tentar (e falhar) chegar aos calcanhares de Larsson, pudesse sorrateiramente começar a arruinar o universo Millennium, este 6º volume provou-me completamente errada.

The Girl Who Lived Twice numa palavra? Anti-climático.

A conspiração política está lá, embora bem mais atabalhoada do que nos livros anteriores, e reduzida a muito suspense e *gasps* respiração sustida. O ângulo é interessante, e a maneira como o autor ligou um Sherpa nepalês à política e corrupção suecas e ao envolvimento de Zalachenko é original. O único problema é a execução: Lagercrantz deixou-se levar pelo desejo de deixar o leitor a salivar e acabou por não conseguir concretizar o resto, a parte importante do livro, com qualidade suficiente.

Quando começa o crescendo para chegarmos ao ápice da ação, também começa a previsibilidade e os clichés. O vilão é
Spoilerderrotado, alguém salva o dia, quem ia salvar o dia mas não chegou a tempo encolhe os ombros e depois há uma separação e, no final, a união que fecha o ciclo
- tal como na maioria dos contos de fadas ou romances, ou naqueles filmes de Hollywood de baixo orçamento e que é, francamente, uma ofensa aos livros originais.

Senti que, dos 3, este foi o livro de Lagercrantz que pior serviço fez à saga. Não há nada de verdadeiramente novo, parece que The Girl Who Lived Twice foi escrito porque sim, porque o autor tinha um contrato a cumprir e tinha de entregar alguma coisa. Cada vez mais vemos uma Lisbeth e um Mikael a transformar-se numa sombra de si mesmos, e o desenvolvimento de personagens como Erika Berger ou, neste volume, Catrin Lindas, é muito fraco.

Se isto é o fim da Millennium, duvido que seja o que Larsson tinha planeado para a série. E pior: não é de maneira alguma o fim que merecia.

cookster_k's review against another edition

Go to review page

dark medium-paced

4.5

greaydean's review against another edition

Go to review page

3.0

By the time I finished, I had become convinced that all the threads did not weave together as beautifully as the first 3 in the series. I'm sad to say, David does not possess the genius of Larsson.

stevejj's review against another edition

Go to review page

dark emotional tense fast-paced

4.5

mbrogs2024's review against another edition

Go to review page

adventurous dark mysterious tense medium-paced
  • Plot- or character-driven? A mix
  • Loveable characters? Yes
  • Diverse cast of characters? Yes
  • Flaws of characters a main focus? Yes

4.0


Expand filter menu Content Warnings