Reviews

Secret Life by Jeff VanderMeer, Theo Ellsworth

pharmadelica's review

Go to review page

3.0

Bought this at the D&Q store and the guy from my creative writing class who works there said it was really good.

Story was ass. Like one of those 90's "man it sure sucks to work in an office" movies on Cough Syrup. VanderMeer gives the impression he's gesturing at something big & important when I'm actually pretty sure there's no core there.

Illustrations were pretty dope though, even if I'm not usually into graphic novels. I like the scribbly pen style and the way Ellsworth does faces.

Gonna make a cool coffee table book.

ohnoitsnathan's review

Go to review page

funny mysterious fast-paced
  • Plot- or character-driven? A mix
  • Strong character development? No
  • Loveable characters? Yes
  • Diverse cast of characters? No
  • Flaws of characters a main focus? No

4.75

kybrz's review

Go to review page

4.0

A searing takedown of the corporate world that eventually devolves/evolves in truly Vandermeerian fashion.

cgwinters1981's review

Go to review page

2.0

This was selected by my roommate. I liked the intrinsic detail that went into the artwork and enjoyed that it was about work life, but that is about it. I did not like the narrative for the most part. It was being subversive, which at this moment of my life just wasn't enjoyable. I think for other graphic novel fans, they would enjoy the way it presents its connection to the world. I just couldn't get into it, except in very minor parts.

gsroney's review

Go to review page

4.0

Beautiful artwork that captures the eerie discomfort of VanderMeer’s writing.

eren666's review against another edition

Go to review page

adventurous dark emotional mysterious reflective fast-paced
  • Plot- or character-driven? A mix
  • Strong character development? It's complicated
  • Loveable characters? It's complicated
  • Diverse cast of characters? Yes
  • Flaws of characters a main focus? Yes

4.0

Though I found this collection to contain a lot of less fully formed stories than Vandermeer’s usual output, it was equally full of GREAT short stories that every Vandermeer fan should read. 

I recommend this to those already very familiar with the author’s work and his various worlds.

Favorites:
- Secret Life
- Flight Is for Those Who Have Not Yet Crossed Over
- The Bone Carver’s Tale
- Ghost Dancing with Manco Tupac
- Detectives and Cadavers
- The Emperor’s Reply
- Balzac’s War ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
- A Heart For Lucretia
- London Burning
- Corpse Mouth and Spore Nose
- The City

pollardgreens's review

Go to review page

4.0

Someone show this to Gladwell, then we'll really see how he feels about going back to the office

dawnoftheread's review

Go to review page

3.0

Love Ellsworth, not a VanderMeer fan.

emorej's review

Go to review page

5.0

This is such a beautiful book. The art is very detailed, very intricate, almost obsessive and quite original, the stories are Kafkaesque in their absurdity and fascinating to read
An excellent read

acrisalves's review

Go to review page

4.0

Publicado originalmente com imagens em https://osrascunhos.com/2021/12/17/secret-life-theo-ellsworth-e-jeff-vandermeer/

Jeff Vandermeer é daqueles autores que sigo há alguns anos, muito anos da adaptação do seu livro a cinema. Conheci-o como um autor de New Weird, que criava várias obras na cidade de Ambergris com homens cogumelo e fungos por todo o lado. Depois da trilogia Aniquilação, li dois dos livros da fabulosa trilogia Borne. As obras de Jeff Vandermeer conseguem ser sempre originais, com elementos e abordagens extraordinárias, ainda que contenham, quase sempre, uma escrita densa que pode afastar alguns leitores.

Este Secret Life traz-nos a adaptação, para banda desenhada, da história de Jeff Vandermeer com o mesmo nome e recorda-me, nalguns elementos, The Situation.

A história

Como seria de esperar de um livro de Jeff Vandermeer, a história não é linear, oscilando entre diferentes focos e perspectivas em torno de uma companhia que ocupa vários pisos de um mesmo prédio. Cada piso parece uma facção, contendo uma dimensão própria de funcionários. A história ora se centra numa determinada função, ora numa determinada personagem.

Crítica

Jeff Vandermeer deixou, há muitos anos, a vida de escritório para se tornar escritor. No seu livro, The Situation, usa esta vivência como uma catarse dessa vida , colocando personagens fantásticas como trabalhadores de escritório, com um claro paralelismo com algumas figuras típicas que costumam popular o mundo corporativo.

Este Secret Life segue um pouco esta linha, mas usa pessoas com aparência humana que são transformadas, lentamente, em figuras surreais devido à vivência no escritório. Algumas são evidentes referências ao mundo corporativo – uma caneta roubada que era valorizada por um empregado, um manager que trabalhava longas horas e se descobre viver no escritório, uma pessoa que espera longas horas para fazer uma rápida tarefa banal.

Pouco a pouco, cada uma destas pessoas ultrapassa o limite da normalidade de um escritório normal, criando-se situações surreais que serão típicas do estilo New Weird do autor. Aqui ainda se encontram contidas, com fortes raízes na realidade e, como tal, com um maior paralelismo com o que conhecemos – um paralelismo que é ainda mais interessante para quem trabalha num escritório e conhece a realidade corporativa.

Em termos visuais é uma banda desenhada um pouco experimental, mas que combina bem com o tom estranho (e por vezes, também experimental) de Jeff Vandermeer. Não existe um único padrão para a forma como as páginas se apresentam, sendo que as texturas vão sendo compostas por diferentes padrões detalhadamente desenhados. O resultado é curioso, e por vezes, muito bom, para quem gosta deste tipo de desafios visuais.

Conclusão

Secret Life é uma boa leitura que poderá ser apreciada sobretudo por quem conhece o trabalho de escritório, ou por quem conhece o estilo de Jeff Vandermeer. Para quem não conhece a narrativa do autor poderá ter momentos de alienação, sendo que tais momentos são proporcionados propositadamente.