A review by lune
The Unbroken, by C.L. Clark

challenging dark reflective tense medium-paced
  • Plot- or character-driven? Character
  • Strong character development? No
  • Loveable characters? No
  • Diverse cast of characters? Yes
  • Flaws of characters a main focus? Yes

2.0

"Every empire demands revolution."

Luca é uma das personagens mais nojentas que já li. Eu nunca vou entender porque a autora achou que seria interessante criar um romance entre essas duas, juro. Era muito improvável que eu fosse aceitar qualquer arco de redenção que fosse dado pra ela mas o melhor é que não existe nenhum!
 Ela é uma princesa colonizadora, ladrona do começo ao fim. Ela tem umas falas e pensamentos nas narrações que são imundos. 

É tão problemático essa relação das duas. E Luca é tão manipuladora, a cena da página 351 me deu tanta raiva. Me dá agonia. Touraine nos primeiros 50% é essa personagem completamente assimilada, ela busca tanta aprovação dessas mulheres brancas que são a representação do império que da vontade de gritar. A autora coloca Luca dando a liberdade dela gente, literalmente tornando ela cidadã e pensando "talvez" eu faça isso com alguns outros, sabe. Isso porque ela pediu porque duvido que em nenhum momento Luca ia pensar nisso. 

Odiei como praticamente tudo foi tratado aqui. Eu deveria ter conhecido mais do batalhão da Touraine, ter entendido muito mais da cultura dessa cidade. Ter visto muito mais da rebelião, muito mais da magia. Mas tudo foi raso. É bem escrito mas não é suficiente. 

E o final? Péssimo. Horrível. 

Expand filter menu Content Warnings